quarta-feira, 29 de abril de 2015

Compulsão Alimentar - Será que você sofre desse mal?



O distúrbio alimentar é um transtorno mais comum do que se imagina e, de acordo com a nutróloga Liliane Oppermann (SP), um dos fatores que pode causar o problema é manter dietas muito restritivas por um período grande de tempo. “Seguir um cardápio que diminui alguns nutrientes, principalmente o carboidrato, tira o equilíbrio do organismo. Isso faz com que o corpo utilize mecanismos compensatórios quando vê alguma oportunidade de extravasar, desencadeando a compulsão”, explica.



 Fique atenta aos sinais do transtorno:


1. Comer sem estar com fome e continuar se alimentando, mesmo quando sente o estômago cheio.

2. Apego com embalagens de alimentos, mesmo estando vazias.

3. Comer escondido ou esconder comida para atacar depois no meio da noite.

4. Comer rápido demais, sem mastigar corretamente os alimentos.

5. Estresse, ansiedade, tristeza, culpa e preocupação que levam a pessoa a pensar em comida o dia todo.

6. Insatisfação com seu peso e aparência ao olhar no espelho.

terça-feira, 28 de abril de 2015

Resista a tentação do Refrigerante Zero!!! Malefícios a saúde



Como parar de tomar refrigerante?


A bebida, que traz uma série de malefícios para a saúde, pode ser difícil de abolir do dia a dia. Para quem quer resistir à tentação na busca por um estilo de vida mais saudável, algumas técnicas simples podem ser grandes aliadas e tornar o processo de “desintoxicação” mais fácil. Os refrigerantes, de fato, são vilões da dieta e da saúde. Mas as versões light e zero podem ser consumidas sem critério? Confira alguns malefícios para prestar atenção:
O refrigerante light, de fato, possui menos calorias do que as versões tradicionais. Entretanto, a ausência de açúcares é compensada pelo uso de adoçantes e pelo sódio que, também atrapalham o emagrecimento.
O mesmo sódio já mencionado também causa um dos efeitos mais temidos pelas mulheres: a celulite. Isso, pois a substância favorece a retenção de líquidos, que causa inchaço e inflamação nas células.


O refrigerante light, principalmente de cola e assim como as versões comuns, apresentam substâncias como a cafeína; que, após um período de consumo constante, podem causar a sensação de abstinência quando não ingerida.
Como substituir o refrigerante light?

Opções de bebidas que substituem o refrigerante light:

Sucos naturais;
Água com gás;
Chá gelado;
Água flavorizada (águas saborizadas)

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Alimentos Funcionais - Inclua na sua Alimentação



Parece saudável....mas....



O novo campeão em ômega-3 KRILL



O salmão, a sardinha e o atum são grandes fontes desse ácido graxo, que protege o coração e a memória. Mas, vindo do krill (aquele crustáceo que as baleias adoram!), ele é mais bem absorvido. "Por ter uma maior concentração de fosfatidilcolina – lipoproteína encontrada na membrana que reveste as nossas células –, o ômega-3 dele é 30% mais aproveitado pelo organismo. Além disso, é livre das toxinas presentes nos peixes", diz Fábio Cardoso, médico especialista em medicina preventiva e longevidade, de Blumenau (SC).

       



Benefícios extras


Já a astaxantina – substância que dá a intensa cor vermelha ao krill – evita a oxidação do ômega-3, prolongando sua ação antioxidante. Outra vantagem é não provocar refluxo, assim, você não corre o risco de passar o dia com o gosto de peixe na boca. Mas o preço é salgado: recém-aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, ainda custa o triplo (ou mais) que o ômega-3 dos peixes. Mas, em vez de 3 cápsulas por dia, você precisa só de 1 do óleo de krill.

sábado, 25 de abril de 2015

Minha Receita de Lasanha de Berinjela




LASANHA DE BERINJELA DA JUH

4 berinjelas pequenas ou 2 grandes ( cortadas em rodelas)

200 gramas de ricota

3 colheres de sopa de salsa

400 gramas de carne moída (usei paleta)

180 gramas de extrato de tomate (atenção não use molho senão fica muito

aguada)

1 cebola picada

1 tomate picado

sal e pimenta-do-reino a gosto

azeite para untar o refratário

3 fatias de muçarela


Preparo

Refogue a carne moída eu nem usei óleo, coloque a carne na panela super quente sem adicionar nem sal,depois que a carne estiver dourando você junta,sal e pimenta- do -reino e uma pitada de colorífero (colorau) para dar uma cor, adicione a cebola deixe ela murchar um pouco em seguida o tomate picado, deixe cozinhar uns 3 minutos , então acrescente o extrato de tomate. ATENÇÃO: não coloque água no cozimento da carne, ela ficará uma espécie de pasta, é assim mesmo.Reserve.

Corte as berinjelas em rodelas e coloque em uma panela com água fervente, na água coloque uma pitada de sal e 1 colher de sopa de vinagre, deixe a berinjela cozinhar até que ela mude de cor ou você perceba que ela está macia, escorra a água e agora vamos para a montagem.

Unte um refratário pequeno (Capacidade: 1,6 Litros Medidas: 30 x 17 x 4,5 cm) o meu tem essa proporção.Disponha a berinjela em fatias fazendo as vezes da massa de lasanha, cubra todo o fundo, coloque a carne quase toda deixe cerca de 4 colheres para finalizar, por cima da carne coloque a ricota amassada com a salsa , tempere essa mistura com azeite e uma pitada de sal, por cima desta camada de ricota, coloque a berinjela restante e por cima a carne restante, se você achar que a carne para cobrir é pouca, pode colocar uma colher de creme de ricota para ficar semelhante a uma pastinha,cubra toda a berinjela e coloque as fatias de muçarela, ponha no forno só para gratinar,pode colocar no micro também.
Forno convencional quente (pré-aquecido) por 15 minutos.
Forno micro-ondas 5 minutos ou até derreter o queijo.
Lembre-se a berinjela solta muita água, então nada de encharcar a carne de molho de tomate.


A verdade sobre as barras de cereal




As barrinhas de cereal aparentam ser saudáveis e, práticas e rápidas de se consumir, foram incorporadas à rotina corrida de muita gente. Mas será que a barrinha de cereal ajuda a emagrecer? Segundo a nutricionista Alexandra Caspero, algumas podem até mesmo engordar, pois têm muita gordura e são pobres em nutrientes.

Calorias da barrinha de cereal


O item que costumamos olhar primeiro é a quantidade de calorias. Alexandra diz que, pensando na barra como um lanche, o ideal é que ela tenha até 200 calorias. “Se a base dela foi alguma fruta ou alguma oleaginosa, o valor pode subir para até 250, pois são alimentos mais saudáveis”, explica. Caso contrário, a barrinha de cereal engorda.
Proteínas na barra de cereal
Se a barrinha for ingerida como um lanchinho, quatro a cinco gramas de proteína são suficientes. Se for entrar no lugar de uma refeição, ela deve conter 15 gramas ou mais, para que possa te deixar satisfeito.


As frutas secas devem ser a base da barrinha saudável!




Fibras emagrecem?
Alexandra diz que é preciso olhar para a lista de ingredientes para saber de onde vem a fibra da barrinha. “Veja se é da inulina, um componente químico que os fabricantes usam para aumentar os níveis de fibra do produto, ou de frutas secas, opção mais saudável. Há algumas barrinhas que mascaram a quantidade desse nutriente através desse método”, alerta a nutricionista. Ela recomenda 3 gramas de fibras em barras com ingredientes integrais.

Gorduras podem fazer bem?


Se a gordura for proveniente de óleo natural ou castanhas, nozes, oleaginosas em geral, a quantidade de gordura pode chegar a 10 ou 11 gramas, com umas 2 gramas de gordura saturada. Qualquer outra origem de gordura restringe o nível dela a 5 ou 6 gramas por unidade.


Açúcar: quanto pode ter? O açúcar da barrinha de cereal deve vir, preferencialmente, de frutas secas. Você acaba consumindo nutrientes extras. 10 a 12 gramas de açúcar, nesse caso, está ok. Porém, se a fonte de açúcar for glucose, mel ou ágave, por exemplo, e estes estiverem com seus níveis altos na lista de ingredientes (mais que seis ou sete gramas de açúcar), o melhor é tentar evitar comer essa barrinha.

Sódio engorda


A barra de cereal deve conter  no máximo 200 miligramas de sódio por unidade, ou mesmo 100 miligramas se você tiver alguma condição médica que te obrigue a monitorar seus níveis corporais dessa substância.

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Veja os Males causados pelo Açúcar Branco




A nutricionista holística Bela Gil, apresentadora do programa "Bela Cozinha", é categórica quando o assunto é açúcar branco: ele é um dos maiores vilões da alimentação saudável.

E não faltam argumentos da especialista para sustentar sua afirmação. Confira, abaixo, algumas curiosidades sobre o açúcar, listadas por Bela Gil, e entenda por que ele é vilão, e não mocinho.

1-Afinal, o que é açúcar?


"Pão, fruta, arroz, álcool, macarrão, tudo isso em excesso vai virar acúmulo de gordura. O açúcar em excesso no corpo vira gordura. Só é sinônimo de energia para quem o usa como fonte; se não gasta essa energia, vira gordura", avisa a especialista em alimentação saudável.

"As pessoas esquecem, mas o açúcar branco é carboidrato. Aprendemos a gostar muito de carboidrato, pois era um sinal de que o alimento não era venenoso (amargo). Mas o açúcar é destituído de qualquer outro nutriente. O único alimento que não vem acompanhado de outra coisa", explica Bela Gil.

2-Os danos para a saúde
Os efeitos do consumo desenfreado do açúcar branco estão diretamente relacionados à saúde e ao bem estar do indivíduo. "O excesso de açúcar causa aumento de colesterol e triglicerídes, aumento dos níveis de insulina e de corticosteróides no sangue, além do aumento da acidez gástrica. Essas variações metabólicas também causam o diabetes e a hipoglicemia - que, hoje em dia, também é comum em pessoas sem diabetes", avisa Bela Gil.

Outra alteração causada pelo açúcar é no Ph do sangue. "Isso significa a perda de fósforo e, consequentemente, perda de cálcio dos ossos e aumento de cálcio na corrente sanguínea", explica a nutricionista.

É, também, o principal motivo para a proliferação do câncer. "Ele aumenta os níveis de insulina no sangue. E os tumores têm 20 vezes mais receptores de insulina do que as células sadias", avisa. Ou seja, as células doentes estão sempre bem alimentadas quando o paciente consome muito açúcar branco.
 



3-Os danos relacionados ao bem estar


"O açúcar está relacionado com as variações de humor e doenças psíquicas como a síndrome do pânico e depressão", ressalta. A nutricionista também dá uma dica a quem costuma "acordar com sono": "Evitar açúcar e refinados no período da manhã e à tarde, pois causa hipoglicemia e sonolência", explica. Justamente o contrário do que você pensava, não é? Mas é que, como Bela Gil explicou antes: quando não se gasta a energia, ela vira outra coisa no organismo, ou seja, gordura.


4-Como diminuir a ingestão de açúcar

"É um desafio diminuir o açúcar", reconhece a especialista. "Se já consome muita fruta, então, o desafio é maior ainda. Mas é preciso ter consciência do açúcar que se ingere. Tirar o hábito de sobremesa do brasileiro é um bom começou, porque causa uma dependência física e psicológica", sinaliza.

Vitaminas Essenciais para Mulher! Veja...



Conheça cinco vitaminas e minerais essenciais para a saúde e a beleza da mulherEles ajudam na TPM, menopausa, gravidez e mais


De vitaminas e minerais, todos precisam. Mulheres, homens, crianças e adultos. Mas algumas favorecem a rotina da mulher. Especialmente a rotina das vaidosas.

Mas há, também, algumas funções específicas desses nutrientes para questões que só as mulheres entendem. É o caso do Magnésio, que melhora os sintomas da TPM (Tensão Pré-Menstrual); a Vitamina E, que, entre outras coisas, ameniza a chegada da menopausa; ou as vitaminas do Complexo B na gravidez, importantes para o desenvolvimento do feto.Confira:

Vitamina E

Segundo a nutricionista funcional Luciana Harfenist, é essencial ao bom funcionamento dos órgãos genitais da mulher e auxilia na fertilidade. "Também é um poderoso antioxidante, protege nossas células dos radicais livres e reduz a peroxidação das gorduras", ensina.

Para mulheres maduras: "Na chegada da menopausa, estudos indicam que há uma redução do nível de cálcio presente nos ossos; por conta disso, é importante o consumo adequado dessa vitamina presente nos vegetais verdes escuros como brócolis e couve, feijões, derivados de leite de cabra, ovelha e búfala; em conjunto com o banho de sol diário por 15 minutos, pois sol, associado à Vitamina E, estimula a produção de vitamina D, essencial para a absorção do cálcio", explica.

Vitamina A

Ajuda na preservação do colágeno, o que deixa pele, cabelo e unhas mais saudáveis, segundo a médica nutróloga Katiana Cruz, da Clínica Arthys. A nutricionista funcional Luciana Harfenist acrescenta: "Exerce numerosas funções importantes no organismo da mulher. Protege a pele e as mucosas, tem papel essencial na retina, no sistema imunológico e na reprodução, além de atuar na defesa contra as infecções", explica.
A gema do ovo é uma ótima fonte de Vitamina A (Imagem ilustrativa: Getty Images)


Magnésio

Segundo Luciana Harfenist, este abre 300 diferentes vias para a desintoxicação no corpo. "Importante para ajudar na drenagem linfática (reduzir inchaços), melhora de TPM, melhora da vitalidade e humor. Também leva o cálcio para os ossos", lista.

Brócolis: poderosa fonte de Magnésio (Imagem ilustrativa: Getty Images)
O mineral amigo das mulheres desempenha um papel importante também convertendo a vitamina D em sua forma ativa no corpo, importante para o funcionamento da tireoide, segundo a nutricionista funcional. Boas fontes: vegetais verdes-escuros (couve, brócolis, agrião, couve), abacate, banana, beterraba, lentilha e figo.

Vitaminas do Complexo B

Auxilia na diminuição dos níveis de colesterol, mantém a pele e os cabelos saudáveis, protege o fígado e acelera os movimentos peristálticos intestinais, lista a nutricionista Renata Alvarenga.

"É, também, importante para o metabolismo das proteínas e gorduras e ajuda no crescimento celular. Além disso, é importante para saúde da pele e dos cabelos, protegendo contra perda de pigmentação e queda, sendo eficaz no combate a calvície", ensina. Podemos encontrar em fígado, levedura, nozes, gema de ovo, leite, arroz integral e na maioria das verduras.

Durante a gravidez, as vitaminas do Complexo B ainda ajudam ao bebê a desenvolver um sistema nervoso saudável. Isto porque as vitaminas do complexo B incluem a vitamina B12 que, em conjunto com o ferro e ácido fólico, ajudam a manter uma boa concentração de hemoglobina no sangue. Isto ajuda a prevenir a anemia, embora uma ligeira anemia seja comum durante a gravidez.


Zinco

"Zinco é fundamental na formação de queratina para combater as unhas e cabelos secos, fracos e quebradiços. Importante na gestação para evitar as famosas estrias", aponta a nutricionista Bianca Innocencio, da Clinica Andrea Santa Rosa.

A nutricionista Karen Schlösser acrescenta que vários estudos mostram que o zinco ajuda a prevenir o aspecto envelhecido da pele, pois está presente 5 a 6x mais concentrado na nossa epiderme do que na derme, impedindo a formação de radicais livres na superfície da pele.

"Ainda, a falta de zinco pode levar a baixos níveis de testosterona no sangue, fundamental para o bom funcionamento dos órgãos sexuais e libido. As ostras disparam nas quantidades deste mineral assim como outros frutos do mar, bife, ovos, cereais integrais e castanhas", ensina Karen.

Por que incluir Batata doce no seu Cardápio?



Batata doce  X  Batata inglesa


Uma das dúvidas mais comuns entre as pessoas é: qual é a diferença entre a batata doce e a batata “normal” (inglesa)? Por que a batata doce é mais recomendada?

Talitta Maciel, do Espaço Reeducação Alimentar, explica que a batata doce possui um valor calórico maior que a batata “comum”, no entanto, ela auxilia na perda de peso. “Isso porque aumenta a sensação de saciedade e fornece energia de forma equilibrada, sem elevar os níveis de glicose no sangue”, diz.

Além disso, acrescenta a nutricionista, a batata doce possui mais fibras, mais potássio, e mais cálcio do que a batata inglesa.

“As características desse tubérculo também ajudam a controlar o colesterol ruim (LDL) e diabetes, além de auxiliarem no bom funcionamento intestinal”, diz Talitta.

Outra grande diferença entre a batata doce e a batata “comum” é o tipo de carboidrato, chamado amido resistente, conforme explica Talitta. “Esse amido, ao contrário do carboidrato normal, não é rapidamente absorvido pelo organismo. As enzimas do intestino delgado não conseguem digeri-lo, além disso, ele atrai moléculas de gordura e açúcar, assim, essas moléculas acabam sendo digeridas mais lentamente”, destaca.
5 vantagens de incluir a batata doce na dieta



1. Controle de diabetes

O consumo de batata doce, de acordo com Talitta, ajuda no controle de diabetes, pois ela possui baixo índice glicêmico.


2. Perda de peso

A batata doce auxilia no emagrecimento, pois diminui o apetite e é rica em fibras. Na quantidade adequada, pode ser uma aliada na perda de peso, isso porque é um carboidrato de baixo índice glicêmico – o que significa que é digerido de forma mais lenta e, assim, dá mais saciedade, auxiliando no controle do peso. Além disso, por liberar a glicose de forma gradual, evita que ela seja armazenada no corpo feito gordura.


3. Energia para praticantes de atividade física

Talitta explica que a batata doce é uma ótima opção para praticantes de atividade física. “Fornece muita energia sem provocar picos de glicose no sangue, aumenta a disposição durante a atividade, auxilia na queima de gordura e no ganho de massa muscular”, destaca.

4. Reforço para o sistema imunológico


A batata doce também fortalece o sistema imunológico, já que possui alta quantidade de vitamina A.

5. Versatilidade

A batata doce, além de ser deliciosa e agradar a maioria das pessoas, rende bons pratos saudáveis (tanto salgados quanto doces).

Vale ressaltar, porém, que deve ser sempre feita cozida. Nada de fritar a batata doce, pois o óleo já deixa a opção pouco saudável.
Quanto de batata doce é “permitido” consumir por dia?

Apesar de ser saudável, é claro, a batata doce não deve ser consumida em excesso. A quantidade recomendada para consumo diário deve acompanhar as necessidades de 60% a 65% de carboidratos, em média, de uma rotina alimentar. Porém, isso pode ser ajustado de acordo com o nível de atividade física da pessoa, peso, altura e objetivo.

Cerca de 100 gramas de batata doce possui aproximadamente 100 calorias.

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Você sabe o que pode comer antes de dormir????




Traçar um chocolatinho na hora de ir para a cama não é uma boa ideia se você estiver batalhando para controlar a compulsão por doce. Segundo uma pesquisa publicada na revista científica norte-americana Appetite, o que é consumido à noite afeta os níveis de açúcar no sangue por até 14 horas.Significa que, ao acordar, a taxa de glicose no sangue pode estar descontrolada, o que faz você sentir vontade de comer bolo ainda no café da manhã.
O chocolate (70% cacau!) para depois do almoço. "É o melhor horário para que a compulsão por doce fique controlada."


Para quebrar esse ciclo vicioso, Vanderli Marchiori, nutricionista de São Paulo, sugere optar por um lanchinho com proteína, fibras e um pouco de gordura (iogurte com castanha, por exemplo) – isto é, se sentir fome antes de deitar. "São nutrientes que têm uma velocidade de absorção lenta e, portanto, capazes de manter os níveis de açúcar mais estáveis."


Então gente nada de tomar um achocolatado à noite, antes de dormir, opte pelo iogurte!!!!

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Benefícios do bom e velho cuscuz!!!




Cuscuz engorda?

Cada xícara do Cuscuz possui 176 calorias. É um valor muito reduzido em comparação com outros alimentos comuns, como por exemplo o arroz ou a quinoa que possuem um total que varia de 205 a 22 calorias para cada xícara.

Além disso, uma xícara de cuscuz ainda acrescenta 6g de proteínas.

Isso indica que caso utilizado de forma correta em uma dieta o Cuscuz não engorda, e sim pode até mesmo ajudar a perder alguns quilinhos.

O Cuscuz é uma opção muito econômica para quem precisa perder peso, pois é feito a base de farinha que não é um produto caro.



Mas, é importante sempre analisar os ingredientes utilizados e a quantidade de calorias que cada um possui. Também é preciso saber a quantidade diária necessária para alcançar o seu objetivo e não obter o resultado inverso.

Nutrientes presentes no cuscuz:

Proteína

Proteína é importante para sustentar a energia. Consumindo uma xícara de cuscuz acrescenta 6 g de proteína na dieta, ou 12 por cento do valor de 50 g diários recomendados pela Food and Drug Administration. Outros tipos de grãos normalmente fornecem um nível mais baixo de proteína. Comer proteína é importante para reforçar a construção muscular após o exercício. O corpo também utiliza proteína para reparar as feridas e construir enzimas.

Selênio

A 1 xícara de cuscuz fornece 43 mcg de selênio, ou 61 por cento do valor de 70 mcg diário. O selênio é um antioxidante comumente usado para proteger os vasos sanguíneos da aterosclerose, uma doença que provoca o acúmulo de placa e estreitamento das artérias. Esta condição muitas vezes resulta em stress do coração e doença cardiovascular. Fontes alimentares de selênio são relativamente raras, e incluindo cuscuz na dieta ajuda a atender às suas necessidades diárias.

Potássio
O potássio na dieta tem várias funções importantes, incluindo regulação da pressão arterial e os batimentos cardíacos. O potássio ajuda a equilibrar o controle de fluido, um fator importante na regulação da pressão arterial. Também auxilia na contração muscular. O coração é um músculo e requer de potássio para prevenir arritmias, ou irregularidades dos batimentos cardíacos. A 1 xícara de cuscuz fornece 91 mg de potássio, ou 39 por cento do valor de 3500 mg por dia.

Dicas para Manter uma Vida Saudável


A saúde é uma das maiores riquezas do ser humano, é sinônimo de vida. Por isso, é importante cultivar hábitos que ajudem a mantê-la, para que fiquemos longe dos problemas que possam afetar ou limitar o funcionamento do organismo e o desempenho de nossas atividades. Um dos segredos de uma vida saudável está relacionado a uma alimentação de qualidade, equilibrada e adequada à idade de cada pessoa, pois ela tem relação direta com o fortalecimento da imunidade do organismo, ou seja, com a saúde e o bem-estar.
Sabemos que a alimentação tem sido uma preocupação constante na rotina das pessoas, que visam um estilo de vida mais equilibrado, que desejam perder peso, melhorar a saúde ou, simplesmente, satisfazer uma necessidade fisiológica básica.
Mas, o que é comer bem? A resposta para essa questão é: manter uma dieta balanceada em nutrientes, que garantam a correta funcionabilidade do organismo e que possam garantir longevidade ao ser humano, sem promover o sobrepeso. Entre os tipos de alimentos que contribuem para a perfeita estabilidade do corpo podemos destacar:
Comer bem é manter uma dieta balanceada em nutrientes, que garantam a correta funcionabilidade do organismo e que possam garantir longevidade


Probióticos: beneficiam o organismo porque atuam sobre o equilíbrio bacteriano intestinal, controlando o colesterol, os quadros de diarreias, além ajudar a reduzir o risco de câncer. Ao serem ingeridos, vão para o intestino e ali se integram à flora já existente, sem se fixarem, mas auxiliando no trabalho de absorção de nutrientes, tais como cálcio, ferro, vitaminas do complexo B, além de facilitar na digestão da lactose. É importante que a ingestão desses alimentos seja diária e constante, para que o organismo tenha quantidade significativa, pois os micro-organismos necessitam atravessar todos os órgãos gastrointestinais em número considerável para desempenhar suas funções e manter uma espécie de ritual de ingestão diária para que os efeitos benéficos no trato intestinal ocorram.

Vitaminas e Minerais: as vitaminas A, C, E, o ácido fólico e os minerais zinco e selênio ajudam a fortalecer o sistema imunológico. O zinco colabora para a diminuição de resfriados, gripes e outras doenças comuns do inverno. Por isso, é fundamental o consumo de abacate, abacaxi, ameixa, abóbora, acelga, alface, agrião, arroz integral, soja, aveia, dentre outros alimentos, ricos desse nutriente.

Fibras alimentares: são importantes porque mantêm o intestino regulado e também desempenham um papel vital na ativação do sistema imune, evitando doenças como câncer de intestino, hipercolesterolemia, hipertrigliceridemia, entre outros.

Peixes: Salmão e Sardinha contêm ômega 3, que ajuda na diminuição do risco cardiovascular. 

Aveia e cereais integrais: O consumo desses alimentos auxilia na diminuição do colesterol LDL, que é nocivo ao organismo.

terça-feira, 21 de abril de 2015

Você consome a quantidade certa de frutas e legumes no seu cotidiano?





Apenas 24,1% dos brasileiros ingere a quantidade de frutas e hortaliças recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A quantidade recomendada é de 400 gramas diários, em cinco ou mais dias da semana. Entre os homens, o percentual verificado pela pesquisa é ainda menor: apenas 19,3% atendem às recomendações. Entre as mulheres, o consumo atinge 28,3% do total.
O estudo mostra ainda que 29,4% da população ainda consomem carne com excesso de gordura. Os homens ingerem duas vezes mais: 38,4%. Entre as mulheres o índice é 21,7%. Os números indicam também que o brasileiro tem diminuído a ingestão de refrigerante – item que caiu 20% nos últimos seis anos. Entretanto, mais de 20% da população ainda tomam desse tipo bebida cinco vezes ou mais na semana.



Em relação aos alimentos mais consumidos pelos brasileiros, o Vigitel mostrou que o consumo regular do feijão em cinco ou mais dias da semana está presente em uma escala correspondente a 66% da população. O percentual foi maior entre os homens – 73% – ao passo que, entre as mulheres, o consumo de feijão equivale a

Consumir grãos inteiros ajuda na Prevenção de doenças





As pessoas que comem mais grãos inteiros tendem a viver mais e a evitar doenças cardíacas, mas esse tipo de dieta não incide sobre o risco de morrer por câncer, revela um estudo

Cada porção (28 gramas por dia) desse tipo de grão - como arroz integral, aveia, pão de trigo e massas - estava associada a 5% menos de mortalidade e a 9% menos de risco de morte por doença cardíaca.

De qualquer modo, comer mais grãos inteiros não é suficiente para evitar mortes causadas por câncer.

                                  
Essas descobertas sustentam ainda mais a atual recomendação alimentar de aumentar o consumo de grãos inteiros para facilitar a prevenção primária e secundária de doenças crônicas e também fornece evidências promissoras de que uma dieta enriquecida com grãos inteiros pode conferir benefícios em relação ao aumento da expectativa de vida", completou o estudo.

Consuma Frutas Regularmente e Mantenha uma Vida Saudável e Equilibrada



Eliminar aquela gordurinha de um jeito gostoso parece impossível, mas não é. Muitas frutas podem ajudar a afinar a silhueta, manter o metabolismo equilibrado e, de quebra, melhorar a saúde do organismo.

Elas também contribuem para matar aquela vontade de comer doces ou outras comidas menos saudáveis, o que é fundamental para quem está querendo emagrecer.

A maioria das frutas é rica em fibras, ajudando a melhorar o trânsito intestinal e o funcionamento do metabolismo. "As frutas, principalmente as que consumimos com casca e bagaço, são ricas em fibras. A fibra funciona como se fosse uma esponja, fazendo com que os excessos de gordura 'grudem' nela e, com isso, a absorção seja menor".

As fibras contidas nas frutas contribuem para regular os níveis de colesterol no sangue. "As fibras solúveis das frutas ajudam a baixar o índice glicêmico das preparações, prevenindo o diabetes".Entre as frutas ricas em fibras estão a maçã, a pera, o mamão, a banana e o pêssego.




Prevenção de doenças


Muitas frutas também são ricas em substâncias antioxidantes, como a uva roxa, a romã, a laranja e o morango. Essas substâncias têm ação anti-inflamatória que, entre outras coisas, ajudam a impedir que toxinas no organismo atrapalhem no processo de emagrecimento. Os antioxidantes ainda inibem a ação dos radicais livres, protegendo as células, evitando o desgaste do organismo e prevenindo o desenvolvimento de doenças.

Algumas frutas contribuem para a perda de peso combatendo a retenção de líquidos. Isso porque são diuréticas, ou seja, aumentam a excreção de água do corpo e ajudam a renovar os líquidos corporais, expelindo as toxinas de forma mais rápida e eficaz. Além disso, os alimentos que exercem a função diurética são ricos em magnésio, potássio e vitamina B6. O limão, o kiwi, a melancia e o abacaxi estão nessa lista.
Há ainda algumas frutas que contêm "calorias negativas", ou seja, o corpo gasta mais calorias na sua digestão do que as que a fruta possui. Em vez de acrescentar calorias ao serem ingeridas, elas ajudam a eliminá-las. Este é o caso de frutas como o limão, a goiaba, o melão, a tangerina e a mexerica.

Equilíbrio
É importante lembrar que, tanto para ter uma alimentação mais saudável quanto para perder peso, as frutas devem ser consumidas diariamente como parte de uma dieta equilibrada. Ou seja, não adianta nada comer uma maçã de sobremesa se você almoçou um hambúrguer com batata frita. "A prática da alimentação saudável deve ser primordial. Ela previne a obesidade e garante a saúde, evitando doenças", diz Nunes.
A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirma que cinco porções (o equivalente a 400 gramas) ao dia de frutas, legumes e verduras é o mínimo necessário para deixar o organismo mais forte e protegido de doenças. Mas a quantidade ideal de fruta a ser consumida varia muito para cada indivíduo. O cálculo deve levar em consideração o sexo, a altura e o peso da pessoa – e se pratica atividades físicas ou não.

É preciso prestar atenção não apenas ao que se come, mas também em como se come. Comer sentado à mesa, sem pressa e tranquilamente diminui o estresse, ajuda a digestão e faz bem para todo o corpo. "Procure comer devagar, mastigando bem os alimentos. Saboreie cada colherada com prazer.

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Veja os Efeitos da Obesidade no nosso Corpo

Água de Arroz - Benefícios desse Alimento




A água de arroz é rica em vitaminas do complexo B, ácido fólico, ferro, potássio, zinco e magnésio, que representam parte dos nutrientes que o arroz perde durante o processo de cozimento. Esses benefícios podem ser aproveitados principalmente com o arroz branco, pois essa variedade perde mais nutrientes no processo do que o arroz integral.

Com essas características, a água do arroz é indicada tanto para tratar quadros de vômitos e diarreias quanto para estimular a produção de leite materno.

Confira alguns benefícios:

  • Proporciona energia;
  • Pode chegar a prevenir a gastroenterite;
  • Ajuda a regular a temperatura do corpo;
  • É recomendada para mulheres grávidas, com a finalidade de melhorar e estimular a produção do leite materno;
  • É ideal para aliviar as irritações na pele;
  • Previne e cura a prisão de ventre.
Para preparar

É errada a ideia de achar que água de arroz é aquela que sobra depois que você o cozinha para alimentação. Essa água até pode ser utilizada, mas não oferece os mesmos benefícios da água preparada quando fervemos o arroz em água.



Ingredientes

1/2 xícara de arroz branco
4 xícaras de água

Preparo
Em uma panela, ferva quatro xícaras de água, depois adicione o arroz e espere ferver em fogo baixo durante 20 minutos.
Quando estiver pronta, coe o arroz e reserve a água em um recipiente de vidro. Se sua intenção é aplicá-la na pele, coloque na geladeira e quando estiver bem fria aplique-a usando um algodão.


No caso de mulheres grávidas, é recomendável consumir de oito a dez xícaras da água de arroz por dia. Em países como o México, é tradicional aromatizar a água de arroz com canela e adoçar com açúcar. Também pode ser acompanhada com laticínios e frutos secos, mesmo que o apropriado em casos de diarreia seja consumi-la sem nenhum complemento.

Salada com Molho de Iogurte


Ingredientes

- meia xícara (chá) de grão-de-bico

- 3 colheres (chá) de sal

- 1 cenoura média

- 1 beterraba

- meio pé de alface pequeno

- 1 pote de Iogurte grego

- 1 colher (sopa) de hortelã fresca

- meia colher (chá) de pimenta síria ou pimenta do reino

- 1 colher (chá) de azeite

DICAS:

Querendo, substitua a hortelã pela mesma quantidade de salsa. Substitua o grão-de-bico pela mesma quantidade de queijo prato em cubos.

Modo de Preparo
Coloque o grão-de-bico em uma panela de pressão com duas colheres (chá) de sal dissolvidas em cerca de dois litros de água. Leve ao fogo e deixe-o cozinhar por cerca de 10 minutos após o início da fervura. Enquanto o grão-de-bico cozinha, rale e reserve separadamente a cenoura e a beterraba. Lave as folhas de alface, corte-as em tiras e reserve. Bata em um liquidificador, o iogurte, a hortelã, a pimenta síria, o azeite e uma colher (chá) de sal. Em uma saladeira arrume em camadas, a alface, a cenoura, a beterraba e o grão-de-bico. No momento de servir, coloque o molho de Iogurte sobre a salada ou sirva-o em uma molheira.

60 dicas para uma vida saudável e uma alimentação balanceada

São dicas simples que, se colocadas em prática no nosso cotidiano,teremos ótimos resultados!!!
Então vamos lá...





1. Evite dietas milagrosas em que há uma grande eliminação de peso em um curto período de tempo.

2. Não faça uma alimentação baseada em um único tipo de alimento ou nutriente.

3. Mesmo tendo exagerado nos dias anteriores, faça, pelo menos, 5 refeições por dia.

4. Pequenos lanches entre as refeições principais irão evitar a vontade de devorar o primeiro prato que encontrar pela frente.

5. Não belisque entre as refeições.

6. Esqueça dos snacks (salgadinhos) e da bolacha recheada.

7. Deixe na gaveta do escritório barrinha de cereais, bolacha integral (ingira, no máximo, 3 unidades).

8. Frutas e iogurtes light são excelentes lanches.

9. Se tiver vontade de comer um doce, coma-o. Mas lembre-se: somente um pedaço ou unidade. Isso é melhor do que devorar uma caixa de bombom no final do dia.

10. Comece sempre a refeição com um caprichado prato de saladas.

11. Evite o uso de óleos para temperar as saladas. Use vinagre ou suco de limão.

12. Macarrão é permitido, mas cuidado com o molho.

13. Molho branco, quatro queijos, bolonhesa são muito mais calóricos quando comparados com o ao sugo. Portanto, não abuse!

14. Não repita a refeição.

15. Evite beber refrigerantes, mesmo os light ou diet.






16. Evite água gaseificada. Bebidas com gás dilatam o estômago dando uma falsa sensação de saciedade.

17. Bebidas isotônicas devem ser evitadas. São calóricas e, para não atletas, a água ainda é o melhor hidratante.

18. Prefira sucos naturais.

19. Utilize adoçante nos sucos e no cafezinho.

20. Beba, no máximo, 4 xícaras pequenas de café por dia.

21. Ingira bastante água durante o dia. No mínimo, 1,5 litro ou 8 copos.

22. Leve sempre uma barrinha de cereais na bolsa. Quando bater aquela vontade de comer alguma coisa, você já sabe a que recorrer.

23. Ingira legumes todos os dias.

24. Coma pelo menos 2 frutas diariamente.

25. Prefira ameixa, melancia, melão, morango que são menos calóricas.

26. Cuidado com as frutas secas. Por serem desidratadas é fácil ingerir mais calorias com as naturais.

27. Ingira carnes menos calóricas como peixe, frango (peito), peru, patinho, contrafilé.

28. Cuidado com o salmão. Ele apresenta mais calorias do que outros peixes.

29. Retire a pele das aves. Ela contém basicamente gordura.

30. Evite atum e sardinha conservados em óleo. Já existe a versão light.

31. Miúdos e vísceras são ricos em gorduras saturadas. Então, minimize o consumo desses alimentos.

32. Retire a gordura visível das carnes, como por exemplo, a da picanha.

33. Evite alimentos fritos. Dê preferência aos grelhados ou cozidos.


34. Embutidos (mortadela, presunto, salame) devem ser evitados.

35. Enlatados são ricos em sódio; por isso, prefira os alimentos naturais.

36. Manteiga, creme de leite, chantilly, massa podre são ricos em calorias e colesterol. Evite-os.

37. Queijos amarelos (mussarela, provolone, prato, parmesão) devem ser evitados.

38. Dê preferência aos queijos brancos como o de minas, frescal, ricota e cottage.

39. Evite as preparações gratinadas.

40. Dê preferência aos alimentos desnatados como leite e iogurtes.

41. Se não tem boa aceitação ao leite desnatado, fique com o semidesnatado.

42. Evite chocolates, inclusive o diet.
43. Ingira alimentos ricos em fibras como legumes, verduras e frutas.

44. Consuma maçã, pêra, uva com a casca.

45. Pizza prefira as menos calóricas como de escarola, rúcula, mussarela. Mas fique somente na primeira fatia.

46. Tomate seco, por ser conservado em óleo, deve ser evitado.

47. Bebidas alcoólicas são calóricas. Consuma esporadicamente e em pequena quantidade.

48. Uma taça de vinho diariamente faz bem para a saúde. Mas nada adiantará se não tem o hábito da boa alimentação e é sedentário.

49. Em barzinhos evite os petiscos como amendoim, batata frita, castanha de caju, carne seca ou salgadinhos.

50. Evite os fast-food. Os alimentos servidos são normalmente ricos em gorduras.

51. Se não tiver saída, prefira uma unidade de cheeseburguer, refrigerante light e batata frita pequena. Dispense a sobremesa.


52. Em restaurantes por quilo, passe primeiro por todas as opções antes de escolher os alimentos. Isso evitará exageros.

53. Para a sobremesa, prefira frutas da época.

54. Evite sorvetes de massa. Opte pelo picolé de fruta.

55. Em sorveteria por quilo, prefira os sorvetes de frutas. Passe reto pelas coberturas e chantilly.

56. Nunca vá ao supermercado com fome. Vá sempre após uma refeição. Isso evitará pegar balas, chocolates e salgadinhos.


57. Não compre alimentos que devem ser evitados.

58. Compare os rótulos dos alimentos e verifique se os light e diet são menos calóricos. Nem sempre isso é verdade.

59. Nunca acumule a fome. Por isso deixe na geladeira legumes picados (cenoura, pepino, salsão) e gelatina diet. Eles não prejudicarão o seu emagrecimento.

60. Movimente-se!! Você não precisa ir à academia! Caminhar 3 vezes por semana pelo bairro, por 40 minutos cada sessão, irá ajudá-lo a ter mais saúde!

domingo, 19 de abril de 2015

Alimentos Roxos e seus Benefícios



Você já sabe: quanto mais colorido seu prato, mais saudável ele é. No post de hoje falaremos das vantagens dos alimentos arroxeados: Frutas e vegetais arroxeados são fonte de antioxidantes, antocianina, fibras e vitamina B, aliados na redução do colesterol ruim.

Pesquisas recentes também mostram a ação das antocianinas na perda de peso, por meio da regulação das células gordurosas.

Comer os vegetais in natura garante todos os benefícios desse tipo de alimento. Se precisar cozinhá-los, aproveite a água, cheia de nutrientes, para o preparo de sopas e caldos.

Confira abaixo mais benefícios de alguns desses vegetais e frutas.

Açaí: rico em gorduras monoinsaturadas e poli-insaturadas, que baixam o colesterol ruim e aumentam o bom. Isso reduz o risco de infarto.

Amora: além de rica em antioxidantes, ela tem muitas fibras – o que ajuda a reduzir a gordura e o açúcar no sangue.

Cebola roxa: aumenta a produção de alicina e aliina, enzimas que combatem o colesterol ruim. O ideal é consumir 1/2 cebola por dia.



Ameixa: tem compostos capazes de equilibrar as taxas de glicose, triglicérides e colesterol.

Batata-doce roxa: repleta de fibras, ajuda a baixar o colesterol e melhora a digestão.


Berinjela: contém saponina, que quebra as moléculas de gordura e impede sua absorção.

Repolho roxo: também é rico em fibras que “varrem” o colesterol do sangue.

Uva: fonte de resveratrol e flavonoides, antioxidantes que controlam o triglicérides. Coma a fruta com a casca!

Descubra se você tem fome física ou psicológica...


Espinafre - O Antidepressivo Natural



O espinafre contém folato (ácido fólico), que é uma potente vitamina antidepressiva natural. Segundo nutricionistas, ele combate a ansiedade, pois quando está em baixas concentrações no organismo também diminui os níveis cerebrais de serotonina. Além disso, segundo um estudo da Universidade da Califórnia, o cérebro consome muita energia para funcionar e isso resulta na sobra de resíduos químicos oxidantes. É neste momento que alimentos, como o espinafre, começam a trabalhar para eliminar as substâncias em excesso, "desenferrujando" o cérebro.

Benefícios do Óleo de Coco



Apesar de não haver longos estudos realizados com esse óleo, ele tem sido cada vez mais recomendado pelos nutricionistas. Segundo os especialistas, essa versão é rica em antioxidantes que apresentam uma série de benefícios para o organismo: prevenção de doenças cardiovasculares, auxílio no emagrecimento, redução das taxas de colesterol, ação antifúngica (auxiliando no tratamento de candidíase e gastrite bacteriana) e fortalecimento da imunidade. Por ser um alimento termogênico, aumenta o gasto energético do organismo e, em consequência, a perda de peso e de medida na cintura. Também promove mais saciedade, por ser uma gordura que aumenta o tempo com que os alimentos passam do estômago para o intestino. 



Nutricionistas explicam que a gordura dos óleos funcionais é um tipo especial (triglicerídeos de cadeia média), que não tem colesterol e é rapidamente absorvida e transportada para o fígado. Se consumida na dose certa, portanto, não se acumula como gordura corporal.

Organize-se e leve Lanchinhos que ajudam na Reeducação Alimentar


Você se considera um sedentário???


sábado, 18 de abril de 2015

Bolo de Laranja sem Glúten (Minha Adaptação)


INGREDIENTES

4 ovos
Suco de 3 laranjas (aproximadamente 150 ml)
1 xícara de açúcar (eu usei o orgânico)
3 xícaras de farinha de arroz (arrozina ou farinha de arroz em flocos)
1/2 pote de iogurte natural
1/2 xícara de óleo
1/2 xícara de amido de milho
raspas de laranja
1 colher de sopa de fermento em pó
manteiga para untar a forma e 1 colher de açúcar para polvilhar

PREPARO
No liquidificador bata primeiro todos os ingredientes líquidos,depois acrescente os secos e continue batendo,deixando por último o fermento, quando acrescentar o fermento só bata por mais alguns segundos, em seguida misture as raspas de laranja. Unte a forma com manteiga e polvilhe 1 colher de sopa de açúcar (eu usei o açúcar orgânico), disponha a massa na forma e coloque para assar em forno pré-aquecido por mais ou menos 50 minutos ou até que ele esteja dourado e quando colocarmos o palito saia limpo. Eu costumo depois que o bolo está pronto deixar ele um pouco no forno quente para formar aquela casquinha por cima...mas aí é questão de gosto!!! Se quiser pode também molhar o bolo depois de pronto com suco de laranja....
ATENÇÃO:  a massa é mais liquida do que dos bolos comuns que estamos acostumados, não se desesperem, vai dar certo!!!



Viva melhor com esses hábitos


Benefícios da Beterraba


sexta-feira, 17 de abril de 2015

Iscas de frango crocantes lights


Ingredientes:

500 g filé de peito de frango cortado em tiras
1 pote de iogurte desnatado sal e pimenta do reino à gosto
1 xícara de chá de aveia em flocos
1/2 xícara de chá semente de gergelim 


Modo de preparo:

Em uma tigela coloque os filés de frango e o iogurte desnatado, tempere com o sal e pimenta do reino à gosto. Deixe nessa mistura por 1 hora aproximadamente. Passe os filés na mistura de aveia e gergelim e vá colocando na forma antiaderente. Leve ao forno pré-aquecido (180º c) por 40 minutos aproximadamente.

Rendimento:
Serve 6 porções e tem 180 calorias.